Chechenos não aceitam depor armas

Os rebeldes chechenos recusam-se a entregarem suas armas, foi o que afirmou hoje o líder rebelde Aslan Masjadov, em entrevista ao jornal russo Kommersant. Masjadov confirmou que houve contato com as autoridades russas, mas que não conseguiram chegar a um consenso. "Só iremos depor nossas armas assim que recebermos garantias reais sobre a nossa segurança. Por enquanto isso não existe", disse o líder rebelde.Após 72 horas, prazo oferecido pelo presidente russo Vladimir Putin para os rebeldes deporem as armas, os rebeldes entregaram cerca de dez armas.O assessor do Kremlin para assuntos chechenos, Serguei Iastrjembski, declarou que o governo não tinha programado negociações, mas sim, contatos com os rebeldes para reintegrá-los à vida civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.