Chechenos protestam contra desaparecimento de jovens

A polícia chechena dispersou uma manifestação de 100 pessoas que bloquearam uma estrada num subúrbio da capital, Grozny, para exigir a libertação de quatro rapazes detidos por tropas russas no último dia 22. As forças russas na Chechênia conduzem batidas freqüentes entre a população local, e muitos grupos de defesa dos direitos humanos denunciam que jovens detidos durante essas batidas nunca mais são vistos. O número total de desaparecidos desde 1999 pode chegar a 4.000. Oito soldados russos foram mortos nas últimas 24 horas em ataques rebeldes, disse um representante da administração chechena apoiada pela Rússia. As mortes ocorreram em ataques contra postos militares, num tiroteio, numa emboscada e na explosão criminosa de um trem de transporte de petróleo.Os rebeldes vêm executando ataques praticamente todos os dias desde que a Rússia voltou a ocupar partes da Chechênia, em setembro de 1999. As forças russas haviam deixado a república em 1996, mas voltaram à Chechênia depois que rebeldes invadiram a região russa do Daguestão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.