Chefe americano de inspeção de armas pode deixar o posto

O chefe das inspeções promovidas pelos Estados Unidos em busca das armas de destruição em massa supostamente mantidas pelo regime de Saddam Hussein poderá deixar o cargo em breve, informou uma fonte ligada ao serviço de inteligência americano. David Kay, um ex-inspetor da ONU convocado pela CIA para liderar as buscas, está reunido em Washington com diretores da central para definir seu futuro, prosseguiu a fonte.Kay retornou recentemente do Iraque para gozar férias nos EUA. A possibilidade de sua saída foi publicada em primeira mão pelo jornal The Washington Post.Desde a guerra, as equipes de inspetores subordinados a Kay encontraram poucos indícios capazes de validar as acusações americanas de que Saddam possuía armas de destruição em massa. Essas armas constituíram o principal argumento do presidente dos EUA, George W. Bush, e pelo primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, para justificar a invasão do Iraque.Entretanto, mesmo com o fim da guerra, nada que comprovasse as acusações foi encontrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.