Chefe da Cosa Nostra casa na prisão

Giovanni Brusca, o assassino da Cosa Nostra que acionou o comando que provocou a matança de Capaci, na qual morreu o juiz antimafia Giovanni Falcone, casou-se na penitenciária romana de Rebibbia com a mãe de seu filho. Brusca, ex-capo da máfia, hoje arrependido, réu confesso de sua participação no atentado de 23 de maio de 1992, escolheu o silêncio para seu casamento com Rosaria Cristiano, mãe de Davide, que hoje tem 11 anos. O matrimônio foi consumado apenas no civil, já que a senhora Brusca tem um casamento precedente na Igreja Católica. A cerimônia foi celebrada na prisão por um funcionário da capital italiana.

Agencia Estado,

10 Agosto 2002 | 15h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.