Chefe da ONU exige ação do Conselho de Segurança sobre Síria

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, exigiu nesta quarta-feira que o Conselho de Segurança tome alguma medida em relação às violações do direito internacional na Síria.

Reuters

23 de abril de 2014 | 21h22

Em seu segundo relatório mensal para o conselho formado por 15 países sobre a implementação de uma resolução exigindo grande acesso de ajuda humanitária na Síria, Ban disse que "nenhuma das partes envolvidas no conflito atendeu às exigências do Conselho."

"O Conselho de Segurança deve tomar medidas para lidar com estas flagrantes violações dos princípios básicos do direito internacional", escreveu ele no relatório de 21 páginas. Ban não especificou quais medidas o Conselho deve tomar.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUBANSIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.