Chefe da ONU pede mais milhares de soldados de paz para Sudão do Sul

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu ao Conselho de Segurança da ONU na segunda-feira o envio de mais 5.500 soldados de paz ao Sudão do Sul, para proteger melhor os civis da violência que ameaça mergulhar o país mais jovem da África em uma guerra civil.

Reuters

23 de dezembro de 2013 | 21h54

Ban fez a recomendação para o aumento de dois terços do tamanho da força em uma carta ao conselho de 15 membros, na qual ele também pediu mais 423 policiais. Atualmente, há cerca de 6.700 soldados da ONU e 670 policiais na força da ONU no Sudão do Sul, que é conhecido como Unmiss.

O Conselho de Segurança se reuniu nesta segunda-feira para discutir a situação na nação produtora de petróleo e é provável que adote uma resolução que aprove o aumento da força de paz na terça-feira, disseram diplomatas do conselho.

"A situação é obviamente urgente e o Conselho de Segurança irá responder com urgência. Se for necessário tomar decisões, então vamos tomar decisões até amanhã", disse o embaixador britânico na ONU, Mark Lyall Grant.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUSUDAODOSUL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.