Chefe da oposição síria pede ataques aéreos

O líder da oposição apoiada pelo Ocidente na Síria pediu a realização imediata de ataques aéreos contra o grupo Estado Islâmico no país. Em coletiva de imprensa na Organização das Nações Unidas (ONU), Hadi Bahra disse que cada dia sem ofensivas aéreas permite que o grupo tenha a oportunidade de crescer.

Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2014 | 18h40

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, havia afirmado que não hesitaria ao atacar o grupo extremista na Síria, mas até agora só lançou ofensivas no Iraque. Os militantes tomaram o controle de cerca de um terço do território de cada um dos países vizinhos.

Nos últimos quatro dias, ataques do Estado Islâmico contra regiões curdas próximas da fronteira síria com a Turquia forçaram 130 mil refugiados a atravessarem a divisa. Bahra, que lidera a Coalizão Nacional Síria, pediu ações mais urgentes para evitar uma catástrofe. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
SíriaEstado Islâmicoataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.