Chefe da Otan se diz 'encorajado' com promessa do Irã

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Anders Fogh Rasmussen, disse nesta quinta-feira que ficou muito "encorajado" com a promessa do Irã de não buscar armas nucleares. Ele afirmou que uma abordagem mais aberta sobre o assunto é de interesse de Teerã.

Agência Estado

19 Setembro 2013 | 09h24

"Eu fiquei bastante encorajado com as declarações recentes da nova liderança iraniana", declarou Rasmussen, destacando a necessidade de tratar dos temores internacionais a respeito do programa nuclear do Irã.

"Eu acho que é do próprio interesse do Irã se engajar na comunidade internacional", disse ele.

Mais cedo, o presidente iraniano Hasan Rouhani dissera à NBC News que "sob nenhuma circunstância vamos buscar armas de destruição em massa - o que inclui armas nucleares - nem nunca iremos".

"Nós nunca buscamos uma bomba nuclear e não vamos fazê-lo", afirmou ele, segundo a rede norte-americana.

Estados Unidos, seus aliados ocidentais e Israel temem que o objetivo final do programa nuclear iraniano seja produzir armas atômicas, mas o Irã afirma que o programa tem propósitos totalmente pacíficos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
OtanIrãnuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.