Al Drago / The New York Times
Al Drago / The New York Times

Chefe de inteligência dos EUA deixará cargo

Em sua conta no Twitter, Trump antecipou que planeja nomear o deputado John Ratcliffe, do Texas, para o posto

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2019 | 20h21

WASHINGTON - O chefe de inteligência dos EUA, Dan Coats, deixará o cargo no dia 15 de agosto, anunciou neste domingo, 28, o presidente Donald Trump, a mais recente saída de um alto funcionário de sua controvertida gestão.

O mandatário antecipou em sua conta no Twitter que planeja nomear o congressista John Ratcliffe, do Texas, como novo diretor de Inteligênia Nacional. Trump ainda agradeceu Coats “pelo grande serviço prestado” ao país.

A decisão surge após um mandato marcado pelas diversas vezes em que os dois entraram em atrito em razão da Rússia, da Coreia do Norte e dos ataques do próprio presidente ao departamento de inteligência.

“Estou feliz em anunciar que o respeitado deputado John Ratcliffe, do Texas, será nomeado diretor de Inteligência Nacional”, disse Trump na rede social. “John irá liderar e inspirar grandeza para o país que ama.”

Ratcliffe tem sido um firme defensor de Trump. Como membro do Comitê Judiciário da Câmara, ele questionou o procurador especial Robert Mueller na audiência da semana passada.

Era esperado que Coats deixasse o cargo por vontade própria, segundo uma fonte oficial, mas ele acabou ficando mais tempo para que não parecesse que estava saindo de forma forçada em razão dos conflitos com Trump. / AFP e NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.