Chefe de observadores da ONU deixa a Síria

O chefe da equipe de observadores da Organização das Nações Unidas (ONU) enviada à Síria para monitorar o fracassado acordo de cessar-fogo no país deixou Damasco neste sábado.

AE-AP, Agência Estado

25 de agosto de 2012 | 10h57

O tenente-general Babacar Gaye não fez nenhuma declaração antes de deixar a capital síria em direção ao Líbano. A missão foi encerrada no domingo passado, mas Gaye permaneceu na Síria para participar de reuniões.

O Conselho de Segurança da ONU recentemente aprovou a abertura de uma novo escritório na Síria para apoiar futuros esforços de paz.

O envio da missão à Síria, em abril, foi o único feito concreto de Kofi Annan, ex-mediador do conflito no país. A iniciativa, no entanto, falhou em conter os violentos confrontos entre rebeldes sírios e forças do regime de Bashar Assad, iniciados em março do ano passado.

Annan deixou a função no começo do mês e foi substituído por Lakhdar Brahimi, um diplomata veterano argelino e ex-enviado para o Afeganistão e Iraque. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.