Chefe do Estado-Maior do Exército israelense renuncia

O chefe do Estado-Maior do Exército israelense, o tenente-general Dan Halutz, renunciou ao cargo na noite desta terça-feira. Na carta de demissão, Halutz assumiu a responsabilidade pelo fracasso da ofensiva militar do país no Líbano, ocorrida em agosto de 2006.O militar apresentou a demissão ao primeiro-ministro Ehud Olmert e ao ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz. Halutz havia declarado há algumas semanas que se via forçado a se demitir se o comitê Winograd o responsabilizasse pelos erros militares da segunda guerra de Israel ao Líbano, investida ocorrida após o seqüestro de um soldado israelense por militantes do Hezbollah.Contudo, a renúncia ocorre antes do comitê se posicional e divulgar oficialmente as conclusões de sua investigação.Um porta-voz militar informou que Halutz decidiu demitir-se agora porque foram concluídas diversas investigações sobre vários aspectos da guerra. Motivos da guerraIsrael realizou a guerra contra o Líbano para resgatar dois soldados seqüestrados por militantes do Hezbollah em 12 de julho. A ofensiva, de 34 dias, terminou sem resgatar os soldados israelenses e sem derrotar o grupo Hezbollah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.