Chefe do Exército britânico diz que príncipe vai ao Iraque

O chefe do Exército britânico afirma ter decidido, pessoalmente, que o príncipe Harry servirá na guerra no Iraque. O general sir Richard Dannatt destacou que a decisão ficará sujeita a revisão, mas espera que a informação acabe com as especulações, na mídia, sobre o envio do príncipe. Os comentários foram divulgados pela BBC."Eu pediria que a atividade, de certa forma frenética, da mídia em torno deste caso em particular cessasse, no interesse da segurança de todo o nosso pessoal no Iraque", disse ele.O escritório do príncipe Charles em Londres, Clarence House, não comentou a declaração.Harry, que é segundo-tenente, é um comandante de tanques, treinado para liderar grupos de 12 homens em quatro veículos blindados. Se enviado ao Iraque, passará a ser o primeiro membro da família real a servir numa zona de guerra desde que seu tio, o príncipe Andrew, atuou como piloto de helicóptero na guerra das Malvinas, em 1982.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.