Chefe eleitoral russo rejeita acusações

O presidente da Comissão Eleitoral da Rússia, Vladimir Churov, recusou-se a renunciar ontem em razão das denúncias de fraude nas eleições legislativas, durante uma audiência na Câmara dos Deputados. O funcionário foi acusado de manipular resultados eleitorais para que o partido governista Rússia Unida conseguisse a maioria absoluta na Casa e sofre pressão da oposição para que se demita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.