Chefe militar nigeriano é alvo de emboscada do Boko Haram

Militantes suspeitos de pertencerem ao grupo Boko Haram lançaram uma emboscada contra um comboio no qual estava o chefe do Estado Maior da Nigéria no Estado de Borno, informou neste domingo o Exército.

REUTERS

23 de agosto de 2015 | 14h14

Um soldado nigeriano morreu, enquanto dez militantes foram mortos e outros cinco acabaram sendo capturados, disse em comunicado o coronel Sani Usman.

O general Tukur Buratai foi indicado em julho como novo chefe do Estado Maior depois que o presidente substituir militares de alta patente do país. Os novos chefes militares são muito mais ativos e têm visitado áreas sob pressão no nordeste da Nigéria.

"O comboio sofreu uma emboscada de suspeitos de integrarem os terroristas do Boko Haram no vilarejo de Faljari, entre Mafa e Dikwa", disse Usman.

Para Buhari, desde que assumiu, tornou-se uma prioridade arrasar com o Boko Haram.

(Por Lanre Ola em Maiduguri e Julia Payne emn Abuja)

Tudo o que sabemos sobre:
NIGERIABOKOHARAMEMBOSCADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.