Chega a 138 total de mortos após chuvas na Colômbia

A morte de quatro pessoas em um deslizamento de terra provocado pelas persistentes chuvas elevou para 138 o número de mortos pelas fortes tempestades que atingem a Colômbia este ano, informou hoje a Cruz Vermelha local.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2010 | 17h33

Os quatro mortos (dois homens, uma mulher e uma criança de um ano e três meses de idade) pertenciam à mesma família. As vítimas foram soterradas no deslizamento ocorrido ontem em Codito, ao norte de Bogotá, disse Carlos Iván Márquez, chefe de resgate da Cruz Vermelha colombiana. As fortes chuvas danificaram imóveis e estradas em 28 dos 32 departamentos (Estados) do país sul-americano, afirmou Márquez.

De acordo com a Cruz Vermelha local, no ano passado 110 pessoas morreram em decorrência de tempestades e seus efeitos na Colômbia; em 2008 houve 48 mortes.

A Colômbia costuma atravessar duas temporadas de fortes chuvas por ano. A primeira vai de março a julho e a segunda se estende de setembro a dezembro. Este ano, porém, meteorologistas acreditam que a temporada de chuvas durará até o início de 2011 por causa do fenômeno climático La Niña. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvadeslizamentomortesColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.