Chega a 15 o número de mortes pelo tufão Etau no Japão

Outras 12 pessoas continuam desaparecidas nas cidades de Sayo, Hyogo e Tokushima, no sul do país

Efe,

12 de agosto de 2009 | 00h31

Subiu para 15 o número de mortes provocadas pelo tufão Etau, que atingiu a costa oeste do Japão, na segunda-feira, 10. Outras 12 pessoas seguem desaparecidas.

 

Na área mais afetada em Hyogo (sul do Japão), a polícia local localizou o corpo de uma mulher em um canal, enquanto na província de Tokushima foi encontrado o corpo de uma criança de 9 anos na noite de terça-feira, de acordo com a agência local Kyodo.

 

O exército japonês procura outras dez pessoas na cidade de Sayo, que poderiam ter sido levadas pelas enxurradas causadas pelo tufão. Nas cidades de Hyogo e Tokushima são feitas as buscas às outras duas pessoas.

 

As autoridades da cidade de Sayo, a mais afetada pela passagem do Tufão Etau, solicitaram a declaração de zona de catástrofe para receber ajuda financeira do governo japonês.

 

Cerca de mil pessoas tiveram que procurar abrigo durante a noite desta terça-feira, enquanto 4.600 famílias continuam sem  astecimento de água potável.

 

Segundo a Agência Meteorológica do Japão, com ventos superiores a 100 quilômetros por hora, o tufão mudou de direção, distanciando-se da costa nordeste do Japão.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãotufãoEtau

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.