Chega a 170 total de mortos em terremoto no Paquistão

Subiu para 170 o número de mortos no terremoto que atingiu nesta madrugada a província do Baluquistão, 640 quilômetros ao sudoeste de Islamabad, capital do Paquistão. Informações anteriores indicavam pelo menos 150 mortos. Cerca de 2 mil frágeis construções foram destruídas. O tremor chegou a 6,4 graus na escala Richter, segundo informações do Instituto de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos.Algumas horas depois, um novo terremoto atingiu a mesma região, alcançando 6,2 graus na escala Richter em meio a diversos outros abalos secundários, de acordo com dados da entidade americana. Não há informações iniciais sobre danos e vítimas do segundo tremor, que foi sentido na cidade de Quetta e em áreas próximas no Paquistão e no vizinho Afeganistão.De acordo com autoridades locais, o número de vítimas do primeiro abalo sísmico, ocorrido às 5h10 locais, pode aumentar à medida que chegarem informações procedentes de áreas remotas da província do Baluquistão, na fronteira com o Afeganistão.O ministro da Silvicultura do Baluquistão, Maulana Abdul Samad, informou que pelo menos 170 pessoas morreram. Segundo o prefeito Dilawar Kakar, 375 pessoas ficaram feridas e pelo menos 15 mil sobreviventes estão desabrigados. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.