Chega a 29 número de mortos por tempestades nas Filipinas

Tempestades Kiko e Jolina deixaram 12 mortos na região norte; outras 17 pereceram no sul do país asiático

Efe,

06 de agosto de 2009 | 03h37

Pelo menos 29 pessoas morreram e outras duas seguem desaparecidas devido às tempestades tropicais que atingem as Filipinas nas últimas semanas, afirmou nesta quinta-feira o departamento de Defesa Civil.

 

As tempestades Kiko e Jolina, registradas na última semana, deixaram 12 mortos, dez feridos e dois desaparecidos, sobretudo no norte do país.

 

Em Mindanao, no sul, o número de vítimas por fenômenos naturais associados às monções que atingem a ilha desde julho subiu a 17.

 

A cada ano, dezenas de pessoas morrem nas Filipinas em consequência das inundações e deslizamentos de terras durante a  estação chuvosa, que começa em maio e termina e dezembro. Cerca de 20 ciclones costumam passar pelo país nesse período.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinasmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.