Chega a 3.838 o número de mortos pela epidemia de cólera no Haiti

Artibonite continua sendo a região mais afeada pela doença

Efe

17 de janeiro de 2011 | 17h27

PORTO PRÍNCIPE - Chega a 3.838 o número de pessoas que morreram no Haiti por causa da epidemia de cólera que atinge o país caribenho desde meados de outubro, segundo a última apuração de vítimas divulgada nesta segunda-feira, 17, pelo Ministério da Saúde Pública e População (MSPP).

 

O relatório, datado de 11 de janeiro, precisou, além disso, que a doença afetou 188.967 pessoas, das quais 105.827 precisaram ser hospitalizadas, mas 103.273 receberam alta.

 

O departamento de Artibonite, onde surgiu a epidemia, continua sendo o mais afetado, com 851 mortes.

 

Em seguida vem o departamento Norte, com 597 mortos; Oeste, incluindo a capital do país, com 593; Grand'Anse, com 592, e Centro, com 306 falecimentos.

 

O departamento Noroeste registra 229 vítimas; Nordeste 230; Sudeste 167; Sul 161 e Nippes 112.

 

A doença, que estava erradicada no Haiti até sua aparição em outubro, se estendeu à República Dominicana, onde 169 pessoas foram afetadas pelo surto, mas ninguém morreu.

Tudo o que sabemos sobre:
Haiticóleranúmero de mortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.