Adek Berry / AFP
Adek Berry / AFP

Chega a 436 o número de mortos em terremoto na Indonésia

Governo estima que tremor causou prejuízos de US$ 342 milhões e afirma que gastará centenas de milhares de dólares para reconstruir infraestruturas destruídas

O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2018 | 04h49

JACARTA - Subiu para 436 o número de mortos no terremoto de 7 graus de magnitude que atingiu a ilha de Lombok, na Indonésia, na semana passada. Autoridades ainda buscam por desaparecidos e começam a calcular prejuízos causados pelo desastre que deixou mais de 13 mil feridos e 385 mil desabrigados.

O novo balanço de vítimas divulgado pela Agência Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia informa que a maioria das pessoas morreram em desabamentos de prédios e casas.

O governo indonésio começou a calcular os prejuízos causados pelo desastre. Além das casas, várias infraestruturas da ilha foram destruídas durante o terremoto. Até o momento, estimativas apontam prejuízo de US$ 342 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão), mas número pode será ainda maior pois as obras de reconstrução custarão centenas de milhares de dólares.

A ilha de Lombok enfrenta graves problemas de abastecimento após ser atingida por uma série de terremotos de grandes proporções. 

No fim de julho, um tremor de 6.4 graus de magnitude matou 16 pessoas e deixou turistas ilhados em uma montanha. Na semana passada, o terremoto de 7 pontos na Escala Richter matou 436 pessoas e deixou mais de 13 mil feridos. Na quinta, 9, um terceiro tremor atingiu a ilha e destruiu mais edificações, agravando o acesso a áreas isoladas. //ASSOCIATED PRESS

Mais conteúdo sobre:
Indonésia [Ásia] terremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.