Chega ao Paquistão corpo de homem executado pelos EUA

Centenas de paquistaneses gritavam "morte aos Estados Unidos" num protesto realizado nesta segunda-feira no aeroporto de Quetta, onde foi desembarcado o corpo de um homem condenado à morte nos EUA pelo assassinato de dois agentes da CIA.Forças de segurança cercaram o pequeno aeroporto quando chegouo avião que transportava os restos mortais de Aimal Kasi, executado em 14 de novembro com uma injeção letal numa prisão de Virgínia.O Departamento de Estados dos EUA alertou que a execução de Kasi poderia gerar represálias no Paquistão. Quatro norte-americanos foram assassinados no Paquistão em 1997, após a condenação à morte de Kasi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.