Cheney faz visita ao Afeganistão para encontrar presidente

O vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, fez uma visita não anunciada ao Afeganistão nesta segunda-feira, 26, para conversar com o presidente Hamid Karzai sobre como se proteger de uma ofensiva do Taleban. Cheney desembarcou na Base Aérea de Bagram após uma parada em Islamabad, onde se encontrou com o presidente do Paquistão, Pervez Musharraf. Cheney alertou que a rede extremista Al-Qaeda está "se reagrupando" na remota região de fronteira com o Paquistão e pediu a ajuda do presidente paquistanês, general Pervez Musharraf, para uma ação incisiva contra a organização chefiada pelo milionário saudita no exílio Osama bin Laden e contra a milícia fundamentalista islâmica Taleban, informou o gabinete presidencial.A escala inesperada de Cheney em Islamabad ocorreu no mesmo dia em que a secretária de Exterior da Grã-Bretanha, Margaret Beckett, visitava Musharraf e manifestava preocupação com a situação na porosa fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão."Cheney manifestou as preocupações americanas quanto ao reagrupamento da Al-Qaeda em áreas tribais e defendeu esforços coordenados para conter a ameaça", dizia um comunicado divulgado pela assessoria de imprensa de Musharraf."Ele também expôs a grande preocupação dos Estados Unidos com as informações segundo as quais o Taleban e a Al-Qaeda estariam prestes a desencadear uma ofensiva contra forças aliadas no Afeganistão", concluía o documento.Cheney não fez nenhum pronunciamento público durante sua passagem pelo Paquistão. A parada inesperada faz parte de um tour pela Ásia e pela Oceania. Sua próxima escala deve ser o Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.