Cheney fracassa em obter apoio árabe contra o Iraque

O vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, encerrou seu giro por 11 países do Oriente Médio sem conseguir o apoio dos países árabes para uma ação militar contra o Iraque. Logo depois de reunir-se com Cheney em Ancara, o primeiro-ministro da Turquia, Bulent Ecevit, disse a jornalistas que o vice-presidente dos EUA "declarou muito claramente que não haverá ações militares contra o Iraque no futuro previsível".Cheney apresentou uma versão diferente: "Eu disse que uma ação militar não é iminente. E isso é o que eu disse em cada escala da viagem". Outro assunto discutido pelos dois foi o pedido norte-americano para que a Turquia substitua o Reino Unido como a principal força militar internacional em Cabul, a capital do Afeganistão.Segundo Cheney, o governo da Turquia manifestou reservas quanto ao escopo da missão das tropas e também quanto ao custo. O vice-presidente dos EUA disse que o presidente George Bush está enviando ao Congresso uma proposta de pacote de ajuda à Turquia de US$ 228 milhões, para ajudar o país a bancar as tropas no Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.