Chevron suspende atividades na Romênia após protestos

Centenas de manifestantes protestaram neste sábado em Pungesti, no nordeste da Romênia, contra os planos de exploração de gás de xisto da norte-americana Chevron. O protesto levou a empresa a suspender as suas atividades no local.

Agência Estado

07 de dezembro de 2013 | 15h05

Em comunicado, a Chevron afirmou que "suspendeu as atividades em Pungesti devido às condições de insegurança geradas após protestos violentos e ilegais". A suspensão, de acordo com a companhia, é temporária.

Essa é a segunda vez que a empresa norte-americana é forçada a paralisar suas atividades no local. A primeira suspensão ocorreu em outubro. Nesta semana, a Chevron afirmou que irá manter o seu "diálogo com as autoridades locais públicas".

Os moradores da região se opõem a técnica de perfuração usada para extrair o gás de xisto. Amplamente utilizada em alguns estados dos EUA, a técnica foi proibida em países como França e Bulgária por causa do potencial de poluição do ar e contaminação da água. Neste sábado, a companhia disse ter "as licenças e as aprovações necessárias para as atividades em Pungesti". Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ChevronRomênia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.