Chicago, Nova York e Honolulu disputam biblioteca Obama

Fundação Barack Obama disse que 4 de 13 instituições que submeteram o pedido no início do ano foram escolhidas; uma delas será a sede da biblioteca presidencial

O Estado de S. Paulo

15 de setembro de 2014 | 17h22

WASHINGTON - Chicago, Nova York e Honolulu estão em uma curta lista de cidades candidatas a ser a sede da futura biblioteca presidencial Barack Obama.

A Fundação Barack Obama disse que 4 de 13 instituições que submeteram o pedido no início do ano foram escolhidas. Duas delas, a Universidade Columbia, em Nova York, e a Universidade do Havaí, em Honolulu, ainda precisam formalizar as propostas. As outras duas na disputa são escolas de Illinois: Universidade de Chicago e a Universidade de Illinois.

O empresário Marty Nesbitt, de Chicago, preside o conselho responsável pela escolha. Segundo ele, as quatro instituições demonstram uma "grande visão" e melhor se encaixam nos critérios. 

As universidades têm até 11 de dezembro para concluir a elaboração do pedido. O conselho fará as recomendações no início do ano que vem ao presidente e à primeira-dama, Michelle Obama. O casal tomará a decisão final. 

Obama têm fortes ligações com as três cidades. Em Honolulu ele passou grande parte de sua infância. Na Universidade Columbia, em Nova York, ele estudou ciências políticas, com especialização em relações exteriores, antes de ir para a prestigiosa Harvard Law School (Massachusetts). Em Chicago, iniciou sua carreira política. / AP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.