Chile: bispo é ordenado em meio a protestos sobre escândalo sexual

Um bispo foi ordenado no sul do Chile em meio a protestos de vítimas de abuso sexual sobre um suposto acobertamento de crimes feitos por um de seus mentores.

AE, Estadão Conteúdo

21 Março 2015 | 12h25

O papa Francisco escolheu Juan Barros como bispo da cidade de Osorno. Centenas de fiéis vestidos de preto estavam protestando do lado de fora da catedral de Osorno, que está sendo fortemente vigiado pela polícia.

Os principais líderes da Igreja Católica do Chile estavam ausentes, ao alegarem que eles tinham compromissos anteriores.

Vítimas de abuso acusam Barros de encobrir o abuso sexual cometido pelo reverendo Fernando Karadima nas décadas de 1980 e 1990. Barrios nega as acusações. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
chile bispo protestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.