Chile confirma 708 mortos em terremoto

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, disse neste domingo que o número de mortos pelo terremoto de 8,8 graus que atingiu o país na madrugada do sábado subiu para 708. Bachelet também afirmou que existe um número crescente de pessoas desaparecidas.

AE-AP, COM DOW JONES, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2010 | 16h01

Segundo ela, 541 pessoas foram mortas apenas na região costeira de Maule, a mais próxima ao epicentro do terremoto e a 258 quilômetros ao sul de Santiago.

Hoje mais um forte terremoto abalou o país. Um tremor de 6,1 graus na escala Richter foi sentido também Maule. O terremoto, que afetou as cidades de Talca e Constitución, aconteceu às 8h26 da manhã (horário local), a 35 quilômetros de profundidade.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileterremotomortosMichelle Bachelet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.