Chile convoca embaixador Israel em repúdio à ofensiva

O governo do Chile convocou o embaixador do país em Tel-Aviv para consulta em ato de repúdio à ofensiva de Israel na Faixa de Gaza. O ministro do Exterior chileno disse, em nota, que o país está "preocupado e desanimado" com a intensificação dos ataques.

Agência Estado

29 de julho de 2014 | 19h01

O documento informa ainda que o governo chileno acredita que a ofensiva "desencadeia uma punição coletiva sobre a população palestina", em referência às mais de 1.000 mortes já provocadas pelos ataques, que atingiram inclusive hospitais e escolas.

Israel tenta impedir o lançamento de foguetes pelo Hamas a partir da Faixa de Gaza. No entanto, o governo do Chile diz que a resposta israelense é desproporcional. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileIsraeldiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.