Chile mantém data para resgate de mineiros

André Sougarret, chefe da equipe de resgate que trabalha para retirar os 33 mineiros presos na mina San José, no Chile, falou hoje sobre a data do resgate dos homens e assegurou que todos os indicadores técnicos mostram que eles serão retirados no início de novembro.

AE-AP, Agência Estado

21 de setembro de 2010 | 19h37

Por sua vez, o engenheiro Miguel Fortt Zanoni, que assessora o processo, disse que, embora não se possa fazer previsões lineares sobre o avanço de uma perfuratriz - pois pode haver problemas mecânicos e de manutenção preventiva, além de fissuras na pedra que impedem o avanço - acredita "que pode ser antes" de novembro e os homens podem ser retirados na terceira semana de outubro.

Os mineiros ficaram presos no dia 5 de agosto, a cerca de 700 metros de profundidade, na mina de cobre e ouro localizada a 850 quilômetros de Santiago. No último fim de semana, uma gigantesca perfuratriz petroleira se uniu a outras duas que há dias tentam chegar aos mineiros. Sougarret disse que nesta semana será definido qual dos três modelos de cápsula desenvolvidas pelos engenheiros para retirar - um a um - os mineiros, trajeto que pode levar 20 minutos por viagem. A construção da cápsula chamada Fênix levaria de 10 a 12 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
resgateChilemineiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.