Chile propõe novo prazo de três semanas para o Iraque

O Chile está apresentando um novo esboço de resolução que oferece um prazo de três semanas para que o Iraque cumpra cinco metas verificáveis de desarmamento. O presidente Ricardo Lagos disse hoje que o esboço foi elaborado junto com a Grã-Bretanha e outros países membros não-permanentes do Conselho de Segurança.Lagos esclareceu que o prazo de três semanas começaria a ser contado a partir do momento em que o Conselho de Segurança aprovasse a resolução. As metas seriam:- Saddam Hussein deve permitir que 30 cientistas iraquianos sejam entrevistados por membros das ONU fora do país.- Apresentar todos os projéteis com gás mostarda ou provar que eles foram destruídos.- Dar conta de 100.000 litros de antraz ainda não encontrados.- Destruir todos os mísseis Al-Samoud-2.- Provar que aviões não-tripulados guiados por controle remoto não são capazes de carregar armas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.