Chile reconhece oficialmente o governo de Honduras

O Chile reconheceu formalmente o governo do presidente hondurenho Porfirio Lobo, um ano depois de um golpe que depôs seu antecessor. O ministro de Relações Exteriores do Chile, Alfredo Moreno, disse na noite de ontem que o embaixador do país vai retornar a Tegucigalpa.

AE-AP, Agência Estado

31 de julho de 2010 | 16h23

O Chile retirou seu enviado em Honduras como protesto após o golpe de Estado realizado em junho de 2009, no qual soldados detiveram o então presidente Manuel Zelaya e o enviaram para fora do país.

Lobo foi eleito em novembro, numa eleição que já estava marcada antes do golpe.

Outros países, dentre eles Brasil, Argentina, Venezuela e Nicarágua não reconheceram o governo de Lobo.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileHondurasrelações diplomáticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.