China abre nova agência de segurança nacional em Hong Kong

China abre nova agência de segurança nacional em Hong Kong

Na semana passada, o país impôs uma nova lei de segurança em Hong Kong contra atos de "subversão, secessão, terrorismo e conluio estrangeiro".

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2020 | 02h14

HONG KONG - O governo chinês inaugurou em Hong Kong os escritórios de Segurança Nacional neste território especial, anunciou a agência de notícias Xinhua.

"O Escritório de Salvaguarda da Segurança Nacional, do governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong, foi inaugurado na manhã da quarta-feira" (noite de terça-feira, 7, no Brasil), informou a fonte.

Uma placa com o nome da agência de segurança foi descerrada em um ato com a presença de funcionários do governo e da polícia de Hong Kong, disse um repórter da AFP no local.

A polícia bloqueou as vias ao redor do edifício onde ficam os escritórios e o cercou com barreiras pesadas cheias de água.

Uma enorme bandeira da China foi posicionada em frente ao prédio, depois da instalação de um emblema da República Popular da China.

Pequim impulsionou uma nova lei de segurança em Hong Kong na semana passada contra atos de subversão, secessão, terrorismo e conluio estrangeiro.

A lei é a alteração mais radical nas liberdades e autonomia de Hong Kong desde que o Reino Unido devolveu o território à China em 1997. O conteúdo da lei se manteve em sigilo até sua promulgação.

A China tem dito que terá jurisdição sobre os casos mais graves, derrubando os bloqueios legais que tradicionalmente existiram entre seus tribunais e o poder judiciário de Hong Kong desde 1997.

Esta nova legislação inclui a autorização para que o aparato de segurança da China trabalhe abertamente em Hong Kong, com poderes para investigar e julgar crimes de segurança nacional./AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim [China]China [Ásia]Hong Kong

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.