China adverte EUA para que não intervenham em disputa

A China pediu hoje que os Estados Unidos não intervenham em uma disputa territorial no Mar do Sul da China. Pequim acrescentou que, se Washington se envolver, deve garantir que outras nações não provoquem conflitos.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2011 | 14h55

O vice-ministro das Relações Exteriores da China, Cui Tiankai, disse hoje que o governo dos EUA corre o risco de se ver arrastado para um conflito e que as reivindicações territoriais podem agravar as tensões na região.

As reclamações em torno de ilhas e arrecifes neste mar cresceram recentemente, pois Vietnã e Filipinas denunciaram incursões e provocações chinesas, enquanto o governo de Pequim respondeu acusando outras nações de cometerem atos de provocação. Os EUA consideram essas rotas marítimas de importância estratégica e por isso o governo vietnamita pediu aos norte-americanos que se envolvam na questão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAdisputa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.