China adverte EUA sobre apoio a Taiwan

A China advertiu nesta quinta-feira que os Estados Unidos estão tomando "uma via perigosa", ao afirmarem que têm a obrigação de defenderem Taiwan, no caso de um ataque chinês. Ontem, o presidente americano disse que os Estados Unidos têm a obrigação de intervir caso a China decida invadir Taiwan e que vão apoiar a ilha, no caso de uma guerra. O governo chinês ainda acusou o presidente Bush de violar compromissos com Beijing ao fazer essas declarações."Isso demonstra que a parte americana segue procurando o caminho mais perigoso", disse a porta-voz do ministério chinês de Relações Exteriores, Zhang Qiyue. "Taiwan não é protetorado de nenhum país estrangeiro", disse ainda Qiyue. Washington precisa "corrigir seus erros e parar de interferir nas questões internas chinesas", alertou a porta-voz. Bush diz que EUA ajudarão Taiwan a defender-se Venda de armas visa a permitir a Taipé evitar o bloqueio chinês

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.