China ameaça cortar ajuda à Coreia do Norte

Única grande aliada da Coreia do Norte, a China cortará a ajuda a Pyongyang se o país avançar com o plano de realizar um teste nuclear, afirmou a mídia estatal nesta sexta-feira em um aviso, surpreendentemente, franco.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2013 | 03h13

"Se a Coreia do Norte se envolver em mais testes nucleares, a China não hesitará em reduzir o apoio ao país", declarou o Global Times, que é próximo do Partido Comunista, em um editorial.

O texto também manifestou descontentamento com a crítica norte-coreana sobre o apoio de Pequim a uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que condenava o lançamento do foguete de Pyongyang no mês passado e impunha mais sanções a Coreia do Norte.

A China é o maior fornecedor de energia e principal parceiro comercial da Coreia do Norte. Além disso, o governo de Pequim é visto como uma das poucas nações capazes de influenciar o comportamento de Pyongyang. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaCoreia do Nortenuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.