China ameaça vetar resolução da ONU contra Sudão

A China ameaçou vetar um projeto de resolução apresentado pelos EUA que considera sanções da ONU contra a indústria petrolífera do Sudão, se Cartum não detiver as milícias árabes acusadas de genocídio na região de Darfur. Rússia, Brasil, Paquistão, Argélia e Angola também apresentaram algumas objeções à proposta. Para ser aprovada, a resolução necessita de pelo menos 9 votos a favor dos 15 membros do Conselho de Segurança e nenhum voto contrário dos membros permanentes - EUA, China, Rússia, França e Grã-Bretanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.