Reuters
Reuters

China anuncia redução de 300 mil homens nas Forças Armadas

Anúncio surpresa foi feita na abertura de um desfile militar para comemorar os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial

O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2015 | 07h40

PEQUIM - O presidente chinês, Xi Jinping, anunciou nesta quinta-feira, 3,  a redução de 300 mil homens nas Forças Armadas do país e ela será concluída basicamente até o fim de 2017, informou o Ministério da Defesa da China.

Xi fez o anúncio surpreendente na abertura de um desfile militar para comemorar os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. O corte representa pouco mais de um décimo do contingente total de 2,3 milhões de homens das forças chinesas.

A redução tornará o Exército de Libertação Popular mais moderno e melhor preparado para alcançar o objetivo da China de ter Forças Armadas fortes, disse o ministério em comunicado divulgado pela agência de notícias Xinhua.

Essa será a quarta vez desde os anos 1980 que a China vai reduzir seu contingente militar, à medida que acelera um ambicioso programa de modernização que inclui o desenvolvimento de caças furtivos e mísseis.

Mais conteúdo sobre:
China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.