China apoia ações de Hong Kong contra manifestantes

O presidente da China, Xi Jinping, disse neste domingo que o governo central do país apoia os esforços do chefe-executivo de Hong Kong, Legge Chun-ying, para manter a ordem durante as seis semanas de protestos pró-democracia na cidade, afirmou a agência de notícias estatal chinesa. Jinping se reuniu com Leung em Pequim, onde ocorre o fórum para Cooperação Econômica Ásia-Pacífico.

Estadão Conteúdo

09 de novembro de 2014 | 11h37

O governo chinês "ratifica e apoia" os esforços da administração de Hong Kong para manter a ordem social e garantir a lei e a ordem, que é a base para a estabilidade da região, disse o presidente, de acordo com a agência de notícias Xinhua. O líder chinês destacou que o governo central está comprometido com o desenvolvimento democrático de Hong Kong, mas que as reformas devem estar de acordo com a constituição e o princípio de "um país, dois sistemas".

Para o diretor do Centro de Relações Transacionais com a China da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, David Zweig, os comentários de Jinping "claramente se baseiam na visão de que esse movimento é um desafio à constituição, e não um pedido por reformas políticas".

Também neste domingo, ativistas pró-democracia em Hong Kong realizaram uma marcha de dois quilômetros do centro da cidade até o gabinete do principal representante de Pequim na região administrativa, onde depositaram um laço amarelo, o símbolo do movimento. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
HONG KONGPROTESTOSCHINA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.