China apontou radar de mísseis para navio japonês

O ministro da Defesa do Japão, Itsunori Onodera, disse nesta terça-feira que uma embarcação chinesa em águas próximas às ilhas cuja posse é disputada pelos governos japonês e chinês, direcionou um radar, geralmente usado para guiar mísseis, contra um navio das forças de defesa japonesas no dia 30 de janeiro.

AE, Agência Estado

05 de fevereiro de 2013 | 10h25

Onodera disse também que houve um outro incidente em 19 de janeiro, quando um navio chinês pode ter direcionado o mesmo tipo de radar contra um helicóptero SDF.

"Um passo em falso e isso poderia ter levado a uma situação extremamente grave", declarou Onodera aos jornalistas em Tóquio, acrescentando que o Ministério de Relações Exteriores enviou seu protesto a Pequim por meio de canais diplomáticos. "Trata-se de um caso muito incomum", afirmou ele.

A revelação do incidente ocorreu durante uma disputa territorial sobre algumas ilhas no Mar da China Oriental, chamadas de Senkakus pelos japoneses e de Diaoyu, pelos chineses. A questão tem prejudicado as relações entre os dois países. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoChinailhasradar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.