China bloqueia busca por 'Egito' em microblogs no país

A China bloqueou a palavra "Egito" das buscas em páginas de microblogs na Internet, em um sinal de que o governo do país está preocupado com a repercussão dos protestos no Oriente Médio.

REUTERS

30 de janeiro de 2011 | 11h19

Neste domingo, buscas por "Egito" em portais chineses como Sina.com e Sohu.com --serviços comparáveis ao Twitter-- mostravam frases dizendo que os resultados não podiam ser encontrados ou não estavam em acordo com as regras.

Mais de 100 pessoas foram mortas em cinco dias no Egito em meio a protestos sem precedentes pelo fim do governo de Hosni Mubarak.

A mídia chinesa tem acompanhado as manifestações, com informações sobre o número de mortos. Na sexta-feira, a agência oficial de notícias, Xinhua, reportou que o acesso à Internet e o sinal dos celulares foi cortado no Cairo.

A China diz que a Internet é livre e aberta para seus 450 milhões de usuários no país, mas o governo bloqueia várias redes sociais como Twitter, Flickr, Facebook e Youtube.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAEGITOINTERNET*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.