China: choque entre polícia e manifestantes deixa um morto

Uma pessoa morreu e dezenas ficaram feridas em violentos confrontos entre manifestantes e policiais na localidade de Zhushan, da província de Hunan, no sul da China, informou nesta terça-feira, 13, o jornal South China Morning Post, citando testemunhas.Nos protestos contra a alta das tarifas de ônibus locais, umjovem estudante morreu após ser espancado pela polícia. Ele tinha sido hospitalizado aparentemente apenas com uma perna quebrada.Os protestos começaram de forma pacífica, mas ao longo dos dias a situação ficou caótica.O aumento de cinco para nove iuanes (? 0,50 para ? 0,90) nospreços da viagem entre Zhushan e a cidade mais próxima, Linglin, foi decidido durante o recente feriado do Ano Novo Lunar, a época em que os chineses mais viajam.A pequena diferença de preço afeta muito as economias doscamponeses. Por isso eles se queixaram aos chefes da companhia de transportes, que responderam contratando pistoleiros "que chegaram em quatro ônibus", segundo a imprensa.O protesto ficou violento, e nos últimos quatro dias os aldeões queimaram nove ônibus públicos, sete veículos policiais, e outro do governo local."Vi um dos manifestantes ser jogado de sua bicicleta e espancado brutalmente pela polícia. Estava jogado no chão, ensangüentado, e não tenho certeza de que ele vá sobreviver", disse ao South China Morning Post um morador da localidade, Zhang Zilin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.