China conclui construção do maior dique do mundo

A construção do maior dique do mundo, com 2.309 metros de comprimento e 185 de altura, terminou neste sábado, numa das fases mais importantes das obras da gigantesca e polêmica represa das Três Gargantas, informou a agência oficial de notícias Xinhua.Às 14 horas (3 horas de Brasília) foi posta a última camada de cimento na imensa parede destinada a conter as águas do Yang-Tse. O rio é o mais longo da China e provoca inundações que assolam o país há milênios.Foram necessários 28 milhões de metros cúbicos de cimento para a construção do dique, situado perto da represa de Xiling, na província central de Hubei.Comparado pela imprensa oficial com a Grande Muralha, o dique foi concluído 10 meses antes do previsto. Em breve, a obra vai permitir a geração de energia, melhorar a capacidade de navegação e controlar o volume do rio.A represa das Três Gargantas, prevista para estar concluída em 2009, deverá ficar pronta para os Jogos Olímpicos de 2008. O dique não está 100% operacional. Falta a instalação das turbinas e do restante dos equipamentos.PolêmicaA obra já era sonhada por Sun Yat-Sen (fundador da República, em 1911). A polêmica em torno dela se justifica pela desapropriação de mais de um milhão de camponeses, que tiveram que ser deslocados. Além disso, grupos ecologistas há anos alertam para terríveis impactos ambientais.A fim de diminuir as críticas, o governo comunista anunciou um investimento de US$ 1,3 milhão por ano para limpar os 200 mil metros cúbicos de lixo que se acumulam no dique na temporada das cheias.Observadores estrangeiros calculam que o custo do projeto das Três Gargantas será o dobro do previsto, ou seja, US$ 50 bilhões. A propaganda oficial garante que a conta final será menor que o orçamento inicial, "devido ao bom desenvolvimento econômico da China".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.