China condena ativista a quatro anos de prisão

Um tribunal de Pequim condenou o jurista e ativista, Xu Zhiyong, a quatro anos de prisão por perturbação da ordem pública. Segundo o governo dos Estados Unidos e outros críticos, o caso é uma retaliação à causa de Xu Zhiyong, que lutava contra a corrupção e pela igualdade de oportunidades na China.

Agência Estado

26 de janeiro de 2014 | 10h21

A condenação de Xu já era esperada, já que sua acusação é uma das peças centrais do Partido Comunista contra movimentos que possam ameaçar seu domínio.

Outros julgamentos e condenações devem ocorrer pelo motivo de perturbação da ordem pública. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaativista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.