China condena dissidente a 10 anos de prisão por 'subversão'

Um tribunal na China sentenciou nesta segunda-feira o veterano dissidente Chen Xi a 10 anos de prisão por subversão, disse a mulher dele, numa das penas mais pesadas por acusações de fundo político impostas no país desde a prisão do ganhador do Novel da Paz Liu Xiaobo, dois anos atrás.

REUTERS

26 de dezembro de 2011 | 07h57

A corte da localidade de Guiyang, no sudoeste da China, rapidamente decidiu condená-lo por "incitar à subversão do poder do Estado" e afirmou que ele merecia a dura pena de 10 anos de prisão, segundo sua mulher, Zhang Qunxuan, que falou à Reuters por telefone.

Chen Xi, de 57 anos e também conhecido como Chen Youcai, foi condenado por ter escrito 36 ensaios críticos sobre o governista Partido Comunista, único partido da China, publicados em sites da comunidade chinesa no exterior, disse Zhang. Segundo ela, o julgamento durou duas horas e meia, e ele não pretende apelar porque considera que isso seria inútil.

Uma autoridade da Justiça de Guiyang, contatada pela Reuters por telefone, não quis dar informações sobre o caso.

(Por Chris Buckley)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINADISSIDENTEPRESO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.