China condena dissidente à prisão perpétua

O dissidente chinês baseados nos Estados Unidos Wang Bingzhang, de 55 anos, foi condenado à prisão perpétua sob as acusações de espionagem e terrorismo, após um julgamento de um dia, realizado a portas fechadas. Wang foi detido, segundo alega o governo chinês, pela polícia no dia 3 de julho. Já membros de grupos de defesa dos Direitos Humanos afirmam que ele foi seqüestrado por agentes chineses em junho, durante uma visita ao Vietnã. Segundo a agência oficial Nova China, Wang é acusado de ter espionado para Taiwan entre 1982 e 1990 e de ter ligação com um grupo terrorista. Ele morou nos EUA de 1979 a 1998, quando voltou à China para tentar organizar um partido dissidente. Na época, foi preso e deportado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.