China condena encontro de Sarkozy com Dalai Lama

A China condena o encontro do presidende francês, Nicolas Sarkozy, e o Dalai Lama ocorrido durante o final de semana, afirmou no domingo o vice-ministro de Relações Exteriores, He Yafei. "O lado francês deveria tomar algumas ações concretas para corrigir seus erros a partir do prejuízo às relações bilaterias entre China e França e entre China e União Européia", afirmou o vice-ministro. No sábado, Sarkozy encontrou-se com o Dalai Lama e disse que a Europa compartilha das preocupações do líder espiritural sobre a situação no Tibete. A França ocupa a presidência rotativa da UE. (Por Ken Wills)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.