China confirma mais 3 mortes por pneumonia

A administração da cidade de Pequim confirmou mais oito casos de uma pneumonia atípica. Segundo o governo de Pequim, três dos oito infectados morreram. Com as novas notificações, sobe para 34 o número de mortos na China em razão do surto de pneumonia. Segundo autoridades chinesas, uma equipe internacional estava investigando os casos para determinar se eles estariam associados à Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars), uma doença que está se espalhando pelo globo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), organismo da ONU para assuntos de saúde, já foram registrados 1.300 casos relacionados à doença no mundo. A Sars já matou dez pessoas em Hong Kong, quatro no Vietnã, três no Canadá e uma morte foi confirmada hoje em Cingapura. As autoridades chinesas informaram que os casos registrados em Pequim não tinham se originado na cidade, mas sim na província de Shanxi, na região nordeste, e em Hong Kong, e tinham sido transferidos para a capital chinesa. Em Cingapura, o governo determinou hoje a suspensão das aulas nas escolas até dia 6 de abril para conter o contágio pela doença, depois de o país confirmar a primeira morte pela doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.