China critica Japão por fazer de disputa por ilhas 'ponto de atrito'

Países vivem histórico recente de tensões; relações diplomáticas estão no pior nível em anos

Associated Press,

29 de outubro de 2010 | 11h16

HANÓI - O governo da China acusou o Japão de distorcer os fatos sobre as disputadas ilhas no Mar da China Oriental um mês depois de os países viverem tensões diplomáticas devido à colisão de um pesqueiro chinês com dois barcos da Guarda Costeira japonesa.

 

O ministro-assistente de Exteriores, Wu Zheng, disse nesta sexta-feira, 29, que o Japão está transformando o assunto das ilhas em um "ponto de atrito" na região.

 

Diplomatas de ambos os países se encontraram nesta sexta em uma tentativa de apaziguar as tensões sobre o assunto, que levou as relações entre Pequim e Tóquio ao seu nível mais baixo em cinco anos.

 

A China mais uma vez declarou sua soberania sobre as ilhas Diaoyu - chamada de Senkaku pelo Japão. Situado no Mar da China Oriental, o arquipélago, que está desabitado, é reclamado também por Taiwan (que o conhece como ilhas Tiaoyutai), já que conta com ricos recursos marítimos e jazidas de gás e petróleo.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaJapãoDiaoyuSenkakudisputaÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.