China diz que Líbia está pronta a indenizar companhias chinesas

A Líbia informou que está pronta a indenizar companhias chinesas, informou o Ministério das Relações Exteriores da China nesta quarta-feira, abrindo a possibilidade de que companhias chinesas que sofreram prejuízos durante a crise no país recebam algum pagamento.

REUTERS

23 de novembro de 2011 | 07h41

A China tem investimentos limitados em exploração e produção de petróleo na Líbia, e está mais focada em oferecer serviços ao setor no país. Companhias chinesas também têm importantes contratos na área de construção civil no país.

O porta-voz da chancelaria chinesa Liu Weimin fez os comentários em entrevista a jornalistas.

A China informou anteriormente este ano que sofreu prejuízos econômicos severos como resultado da crise política da Líbia, que resultou na deposição e morte do ex-líder Muammar Gaddafi.

Empresas brasileiras também operam na Líbia, incluindo a Petrobras e as construtoras Odebrecht e Queiroz Galvão.

(Reportagem de Sui-Lee Wee)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINALIBIAEMPRESAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.