China e América Latina precisam um do outro

A afirmação foi feita pelo vice-ministro de Assuntos Exteriores chinês no fórum "Diversidades e Desafios: Situações da América Latina e do Caribe em 2007-2008"

EFE

02 de março de 2008 | 02h22

China e América Latina precisam mutuamente um do outro para promover seu desenvolvimento agora e no futuro, disse Li Jinzhang, vice-ministro de Assuntos Exteriores chinês no fórum "Diversidades e Desafios: Situações da América Latina e do Caribe em 2007-2008", realizado em Pequim. "Como ambas as partes se encontram em uma etapa de desenvolvimento contínuo, China e América Latina se confrontam com uma oportunidade histórica para fortalecer a cooperação de mútuo benefício", afirmou Li no fórum acadêmico internacional, informou a agência oficial "Xinhua". Organizado pela Academia de Ciências Sociais da China, o fórum contou com a participação de cerca de 200 funcionários do governo, acadêmicos, diplomatas e empresários chineses e estrangeiros. Segundo o vice-chanceler chinês, durante os últimos anos foi observada uma crescente troca de visitas, a ampliação das áreas de colaboração e um comércio mais equilibrado entre o país e a América Latina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.